Postagens

Pantera Negra!!!! T'Challa, você é O cara!

Finalmente a indústria cinematográfica dá uma dentro das mais dez com o continente africano. O blockbuster Pantera Negra, retratando o soberano de Wakanda, está dando o que falar por todo o mundo, e, claro, junto a toda comunidade afro espalhada pelo mundo afora.
Se você não conhece o cara, a historinha é o seguinte: essse é o primeiro filme protagonizado por um super-herói negro, o rei T’Challa (interpretado por Chadwick Boseman), do utópico país africano Wakanda. Com direção do Ryan Coogler, o mesmo diretor negro de Fruitvale Station – A Última Parada, o filmão é estrelado por um elenco majoritariamente negro. O personagem foi criado pela dupla Stan Lee e Jack Kirby, os mesmos que trouxeram pros gibis o Quarteto Fantástico, Thor, Hulk e os X-Men. Foi no gibi do Quarteto Fantástico, na edição 52 de Fantastic Four (julho de 1966) que o Pantera apareceu pela primeira vez. Após dar uma coça nos ilustres habitantes do Edifício Baxter, ele se alia a eles para enfrentar o Garra Sônica, vi…

Bravo, dona Eva!!!

Imagem
Se você é de Porto Alegre (e entorno), se você foi UMA VEZ no Theatro São Pedro, pra ver a genial Tangos e Tragédias, ou alguma peça bacana dos grupos daqui ou do centro do país, ou se você curtiu algum show, algum concerto no TSP, vai lembrar dela. Dona Eva Sopher. Virou estrela ontem, ela que já o era, grande dama do TSP, das artes.
Alemã de Frankfurt, de família de origem judaica, Eva emigrou da Alemanha para o Brasil em 1936, aos treze anos de idade, por razões meio óbvias... aquele imitador canastrão do Chaplin tinha seus problemas com o povo hebreu. Aqui, retomaram a vida, e a menina Eva estudou artes, em especial com o grupo Pro Arte de outro alemão, Theodor Heuberger, no Rio de Janeiro. Em Sampa, estudou no importante Instituto Mackenzie.
Brasileira desde 1950, casou-se com Wolfgang Sopher em 1960, e radicaram-se em Porto Alegre. Na nossa cidade, Eva reativou o Pro Arte a pedido de Heuberger, organizando concertos, peças de teatro, apresentações de grandes orquestras.
Em 197…

mediocridade e outras doenças humanas

Se uma coisa me irrita é a mediocridade. Em todas suas manifestações. Em todos os campos e possibilidades.
Ofensa gratuita é atestado de mediocridade. É aquela coisa de ofender com base em boato de gente tão medíocre quanto o ofensor. É sair ofendendo de graça, por conta de recalques, de frustrações, de sentimentos ruins que povoam um coração tão ruim quanto.
Gente falsa também me irrita. Me tira do sério. Mão ver a felicidade dos outros é ser medíocre. Gente que promove a cizânia, que joga uns contra os outros, que faz a intriga um credo e a fofoca sua religião. Que fomenta a mentira, se travestindo de vestal.
Minha antiga chefe e amiga, a engenheira Margô, tinha uma frase: "gente que posa de santa em baile de puta". Sem ver os méritos sociológicos da frase (papo pra outra blogada), a coisa da dupla moral me deixa doido. Como disse Jesus Cristo, nos textos de Lucas e Mateus, é "ver o cisco no olho dos outros, tendo uma trave no próprio olho". Cagar regra quando s…

...o apreço não tem preço....valeu, Ruy!

Num tempo sem delicadezas na música e na vida como um todo, perdemos ontem, de tarde, o Ruy Alexandre Faria, com 80 anos. Pneumonia 7x1. Cantor, compositor, produtor, advogado... sim, ele foi formado pela UFF, e, depois de 43 anos de formado, conseguiu em 2007 emitir seu registro como advogado pela Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, atuando em um conceituado escritório de advocacia.
Ruy nasceu em dia 31 de Julho de 1937, em Cambuci, no estado do Rio de Janeiro. Filho da dona Enedina Alexandre Faria, que tocava piano, e de Octávio Faria, segundo pistom de uma banda, iniciou suas atividades musicais como muitos de sua geração. Foi crooner do “Boêmios do Ritmo”, um conjunto de baile de Santo Antônio de Pádua (RJ). Em Niterói, com Gerardo e Gilberto Peruzinho, formou o Trio Alvorada, cover do grupo de boleros Trio Irakitan, bastante conhecido na época. Trabalhou de escriturário da antiga agência do Instituto de Assistência e Previdência Social - IAPS, já graduado em Direito. Atuou com…

recém dia 9

Bom, naquele país, aquele em que a dona Vana foi convidada a ser empichada e mal paga, me colocaram uma ministra do Trabalho que, além de não entender muito do riscado, ainda tá mais suja que pau de galinheiro profissional, com processo de tudo que é lado... E botam um tarado pedófilo no lugar dela na Câmara Federal...chame o ladrão!
No país cujo ex-presidente é louvado em tudo que é canto do planeta, tem busto e tudo por aí, um escritor de folhetins global com cara de peça de museu o chama de analfabeto...sei...o cara com trocentos "Honoris causa" de várias universidades, chamado por aquela figurinha lá de analfabeto...Sabe, não precisa gostar, só respeita, por favor!
Na cidade onde teremos o draconiano julgamento do dia 24, um prefeito mais por fora das coisas me chama o exército pra dar pose de galo, mas toma uma depenada de seus próprios aliados de Brasília. Ou será que não são tããão aliados assim? Só sabemos que Junior tomou um talagaço lindo ao pedir tropas federais s…

Receitinha pro fim de ano!!

Nos anos de chumbo, era comum que os jornais que tivessem notícias censuradas pela ditadura estampassem, em seu lugar, receitas de bolo ou coisa do tipo. Aqui, o redator chefe e único não tem censura, só senso de ridículo. Então, lá vai uma receitinha, aprovada pelo selo Karina de análise organoléptica sensorial de rango bom!
Começa assim: pega umas 200 gramas de bacalhau (qualquer tipo), deixa dessalgar bem. Não, não joga fora a água, pelamordeDeus! Use-a, para cozinhar de sete a nove batatas inglesas, de tamanho médio, cortadas ao meio ou em quatro. Dá aquela salgada na medida e deixa um cheiro do referido peixe. Cozinhe até que a casca se solte do resto da batata.
Pegue o bacalhau. Pique em pedaço grosseiros, uns 3-4 cm, e coloque numa frigideira com óleo de oliva e manteiga, 2:1, fogo bem baixinho. Se quiser, uns dentes de alho cortados ao meio dão um gosto legal. Deixa nesse processo por uns 30 minutos, pelo menos.
A batata está cozida? Beleza. Nesse meio tempo (note que a recei…

quebrando o jejum...me mandem pra Wave Rider!!!!!!

Fazia um tempinho que não me metia a escrever aqui... Só não precisava ter tanta coisa pra comentar, né?
Bom, previsivelmente, a dupla Marquezinho e Gringo Polenta segue a açoitar o funcionalismo nas suas esferas, segue a pagar o décimo terceiro, redentor financeiro do fim de ano, em módicas trocentas parcelas a perder de vista. O comércio, o funcionalismo e as genitoras de ambos (com todo respeito) não merecem isso, vamos combinar. Como se fossem ceifadores aos campos, numa roupa-mortalha negra, esses avatares da morte seguem a desgovernar...
Bono Vox vem a porto Alegre, para o julgamento de Lula, em janeiro. Bom, ter Bono na cidade sempre é legal, gosto de U2, admiro a banda, admiro suas lutas, entrei na formatura ao som de "Sunday, bloody sunday" ao vivo (tem as palmas de fundo, bem bacana). Sem trocadilhos, Bono será uma das Voxes a falar pelo Luiz Inácio nesse torquemádico julgamento ao qual será submetido por seus algozes. I can't believe the news today, I can'…