Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2012

talento alheio: Basílio Neves Zadra

me criei chamando o Basílio de tio, pela grande e bonita amizade de décadas com meus pais...músico, showman, parceiro, bancário aposentado, uma das pessoas mais marcantes na minha história de vida. Com vocês, uma crônica bem humorada dessa grande figura!!


SUNGA: VOCÊ AINDA USA?
Basílio Neves Zadra
A sunga está em extinção e é cafona. Já há muito tempo os jovens adolescentes deixaram de usar para os banhos de mar., Tenho estado na praia e observado que 90% dos homens aboliram seu uso e preferem os bermudões.
Poucos são os distraidos que ainda insistem em vestir as tais sunguinhas. Alguns velhos gagás, que são conservadores, desfilam com aqueles modelos antigos que pelo estado que se encontram já foram usadas por muitos veraneios. Os salva-vidas usam sunga, os piazinhos de 8 anos, os casais gay adoram jogar fresco-bol e usar sungas, são algumas poucas exceções.
Realmente as sungas para os banhos de mar estão em extinção e são cafonas, basta observarem quando forem à praia ( de bermudão )..…

que semana!!!

aliás...essa semana foi o próprio apocalipse, ou ainda o Samba do Crioulo Doido, versão 2012. Stanislau Ponte Preta ia ficar batendo palminha! Luiza no Canadá, estupro do BBB, navio italiano a pique com capitão "sartando fora" antes, EUA com a pior SOPA que jamais existiu (Bruno Hailliot, me lembrei de ti...), quadrigêmeos fake, e "já fomos mais inteligentes"....semana que vem, o Pavão Mysteriozo descerá impávido que nem Mohammed Ali, junto a um vampiro, lobisomem (não os do Crepúsculo) e um saci-pererê, tranquilo e infalível feito Bruce Lee, para uma multidão de poetas, seresteiros e namorados, correndo, pois é chegada a Hora e a Vez de Augusto Matraga, a Hora da Estrela, a Hora do Rush...essa eu dispenso, minha religião não deixa... Tudo isso em oferta, mas só até sábado!!! E a fila da máquina de lavar continua, o calor continua, a luta continua, companheiro, a banda do Kim segue tocando, decidindo arranjos e o cambau, a Sophia me olhando com uma cara de "va…

qual é o limite da crueldade dos que detonam a mata e os que dela vivem?

Qual é o limite da crueldade desses abutre humanos, e dos que defendem o uso "produtivo" da floresta, que acham que os índios são "preguiçosos" e têm "terra demais", que ecologistas são uns "radicais"...
As mãos dessa ralé, dessa escória está suja do sangue desse curumim... que Tupã o tenha na Terra Sem Males, junto a tantos de sua etnia e de todas as etnias indígenas desse planeta...

http://www.pragmatismopolitico.com.br/2012/01/crianca-indigena-de-oito-anos-e.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PragmatismoPolitico+%28Pragmatismo+Pol%C3%ADtico%29

aproximando na rede

Agorinha mesmo eu teclava via facebook com uma pessoa, uma amiga muito amada e querida, a quem quero muito bem, e é um bem querer meio genético, pois amava seu pai, um dos maiores teólogos que a igreja metodista conheceu, e tenho entre meus mais chegados amigos seus irmãos, um deles meu compadre.

Ana (ela tem nome, né) estava comentando comigo a saudável performance do querido amigo, colega, pastor e gente boa pra caramba Norberto Garin. O prof/rev não cozinha na primeira fervida, é certo, mas faz bonito na esteira ou na rua, performando 7 km em uma hora. Dá uma bela troteada!! Melhor que muito gurizão!

Lá pelas tantas, um certo Paulo se achega nos comentários. E ele levanta a lebre familiar, demonstrando que há laços indefectíveis entre famílias...pois o nome do Garin é o nome do pai do sr. Paulo, e, por coincidência, é tio-avô da cunhada de Ana...enrolado, né? Se eu falar que o Augusto do meu nome vem do nome do sogro de um dos melhores amigos do pai de Ana, aí que a coisa se enrola…