Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

para refletir...

Realmente, é sempre fácil culpar os outros por nossos problemas. Culpar o professor por nossa dificuldade é uma ação quase imediata. Porém, temos que ver que nosso sistema de ensino, em especial na rede pública, acaba por gerar uma sub-informação na sala de aula. Muitos conteúdos importantes, nas diversas áreas, são relegados a um segundo plano, em nome do calendário acadêmico. Você acaba por não vencer todo um cronograma previsto, prejudicando alunos e, de certa forma, seus colegas, que terminam por reprisar conteúdos que deveriam ter sido melhor desenvolvidos anteriormente. Isso tudo cria um clima relacional bastante complicado, além de atrasar atividades, criando a demanda de sempre resgatar conhecimentos não propriamente consolidados.

Também a cultura de "facilitar" avaliações deve ser revista. Você não pode criar facilidade em nome de uma boa relação com a turma. Deve-se, claro, criar os métodos, explorar as tecnologias e possibilidades didáticas. Hoje em dia, com os pa…

Nervos Cranianos

Imagem
Na fotografia, vemos os pontos de saída aparente dos referidos nervos cranianos, esquematizados como fios amarelos.
I - Olfatório: lâmina cribiforme do etmóide; II - Óptico: canal óptico; III - óculo-motor; IV - troclear; VI - abducente: fissura orbital superior; Trigêmeo: V1: oftálmico: fissura orbital superior; V2: maxilar: forame redondo; V3: mandibular: forame oval; VII - facial e VIII - vestíbulo-coclear: meato acústico interno; IX - glossofaríngeo; X - vago; XI: acessório: forame jugular; XI - hipoglosso: forame do hipoglosso.

funções dos nervos cranianos:



Nº Nervo Função Tipologia Núcleo(s) I olfatório Olfato sensitivo Núcleo olfatório anterior II óptico Visão sensitivo Núcleo geniculado lateral III oculomotor Motricidade dos músculos ciliar, esfíncter da pupila, todos os músculos extrínsecos do bulbo do olho, exceto os listados para os nervos cranianos IV e VI motor Núcleo Oculomotor e Núcleo de Edinger-Westphal IV troclear Motricidade do músculo oblíquo superior do bulbo do olho motor Nú…

morfologia e histologia do Rim

Imagem
O aparelho urinário tem como porção funcional os dois rins. Esse órgão par situa-se em posição retroperitonial, ou seja, entre peritônio e a parede posterior do abdome, situados de cada lado da coluna vertebral, por diante da região superior da parede posterior do abdome, estendendo-se entre a 11ª costela e o processo transverso da 3ª vértebra lombar. São, portanto, recobertos pelo peritônio e circundados por uma massa de tecido adiposo unilocular e de tecido conjuntivo frouxo.
Seu comprimento médio é de 11,25cm; a largura, 5 a 7,5cm; espessura: 2,5cm. Cabe destacar que o rim esquerdo é um pouco mais comprido e mais estreito do que o direito. Pesa de 125 a 170g no  sexo masculino e de 115 a 155g nas mulheres.
O rim direito normalmente situa-se ligeiramente abaixo do rim esquerdo devido ao grande tamanho do lobo direito do fígado.



Em um corte através do rim, como vemos acima, são reveladas duas regiões distintas: uma área avermelhada, in vivo, de textura lisa, mas com aspecto pontilh…

inferno zodiacal...

Tem dias em que a gente tem a nítida impressão de ter acordado com o pé esquerdo. Melhor ainda, de ter DOIS pés esquerdos... Ontem foi um desses...A impiedosa BR116, a pressa em chegar antes que a legião de gremistas que vinham ver o Imortal despachar os baianos do Falcão, a ansiedade em buscar as provas de Histologia, e a ladeira da Casimiro de Abreu cobra seu pedágio invisível, e descubro ainda o quão forte é a traseira de uma caminhonete e como a frente de um Siena pode ficar similar à de um fusca.

A cortada veio certeira, como num jogo de vôlei. O problema é que estava no trânsito, com pressa, ladeira abaixo. Que combinação. A moça surge na minha frente como o Flash, evitando os disparos do Capitão Frio, Capitão Bumerangue ou outro vilão de sua ampla galeria (licença poética pelo Orgulho Nerd). Ah, e com poucos minutos para adentrar uma sala de aula, com um maço de provas aos braços. A moça vira, dando seta em cima do ponto, e os freios cantam. Cantam desafinadamente em cima do po…

imagens em Histologia

Imagem
Pâncreas exócrino, HE. Observe os ácinos e uma vênula (pequeno vaso).

músculo estriado esquelético, tricrômico de Mallory. Observe no grande aumento a linha Z (bem delicada), as bandas A (colorida) e I (mais clarinha, atravessada pela linha Z).
Medula espinhal, pequeno aumento. Note as meninges recobrindo a estrutura, o canal medular ao centro e os cornos medulares ricos em corpos celulares.
Mastócito, grande aumento. Observe a riqueza de detalhe dos grânulos.
Cartilagem da traqueia. Note o pericôndrio fibroso e condrogênico. 
Rim, cortical. Note a cápsula de Bowman, o glomérulo e os túbulos contorcidos.
Gânglio raquidiano, rico em neurônios pseudounipolares e células-satélite.
Bexiga, urotélio - epitélio de transição.
Próximo ao pólo vascular deste corpúsculo renal, note as células justa-glomerulares, produtoras de renina.
Fígado, HE e nanquim Note que a seta aponta uma célula de Kupffer, o macrófago residente do fígado.
Cartilagem da traqueia, visão geral. Observe os grupos isógeno…