Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2012
Meditando.... (adaptado de um texto de Milton Schwantes, disponível em http://www.devocionais.com.br/devocionais/5061-Ali,%20no%20descaso%20-%20Medita%C3%A7%C3%A3o%20de%20natal_)
Do justo e do pobre tudo depende. Nem dá outra. Não há outro jeito. Justos são os que apoiam comunidades. Lutam pela vida a seu redor. Pagam salários justos. Cazuza, em uma de suas músicas, os chamaria de “bons burgueses", que "vive do seu trabalho honestamente, quer construir um país, e não abandoná-lo com uma pasta de dólares", os que ajudam o povo pobre...
Eis o caminho estranho de Deus. Vem chegando por vielas onde se esgueiram as pessoas pobres, à margem da vida. Deus apresenta-se pelo avesso, por trilhas pelas quais não se esperaria que viesse, nascendo onde nenhum Rei nasceria. O novo rei, o rei nascido na manjedoura, amigo de pobres e indefesos, vem de modo diferente, avesso. Vem justo e pobre. Pois de casebres vêm luzes. E bem assim é o natal de Jesus (Lucas 2,1-20), filho de Maria e José…