Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

prezado Mestre Chassot (ou: o papa REALMENTE É POP!),

Mestre Chassot,

Pois o tal Francisco que se chama Jorge Mário (que Mário????) não parou de me surpreender. Pelo jeito o próprio é prova viva da Evolução Humana...
De um sujeito que fez franca oposição aos Kirschner ao liberal-libertário de hoje, que enfim tirou o véu do rosto papal e viu o que vemos desde 1900 e Darwin, tem uma astronômica distância! Quase um big bang de distância!
Como ouso ser cristão e homem de ciências ao mesmo tempo, digo que ser coerente com esses dois lados não é difícil. O segredo que não é segredo é entender a linguagem poética bíblica (cara, é bonito pra caramba o "fiat lux" do Gênesis, e não falo dos fósforos!), as metáforas, onde elas estão e onde elas não estão... Isso vale pro pessoal que acha que "agulha" é um acidente geográfico, e não um artefato de costura, conforme temos no evangelho de outro homem de ciência, o tal São Lucas, 18:18:30. Ali camelo é camelo, e agulha é agulha!
Parabenizo aos católicos e católicas pela sabedoria do Vel…

opiniões...

Ao abrir minha estação de trabalho, sempre gosto de dar um passeio por portais de notícia. É hábito de quem é neto de uma senhora que, até o fim de sua passagem entre nós neste plano da existência, lia três jornais diários. Pois me surpreendi com a "educação", o espírito revanchista, a raiva de atletas. Muitos desses atletas são subsidiados com verba da Caixa Federal, ou seja, do banco estatal.

E daí o cidadão aqui vê um ex-tenista chamando os brasileiros de burros,  uma jogadora de handebol dizendo que o povo tem mais que se fo... e passar necessidade (esqueceu o plural a sábia...), o pimpolho de um corredor dizendo que vai para o aeroporto e volta em quatro anos (como se tivesse muitas raízes por aqui), uma jogadora do vôlei dizendo que não volta pro país (não faz nenhuma falta, menina!), aliás, acusando a população de não querer mudanças (de fato, alguém quer que acabem os programas sociais que estão dando certo? Eu não!), um jogador de vôlei falando da m... que foi eleit…

cultura do ódio

Pois ontem, no bairro mais caro do país, o ódio aeciano destilava frouxo. Imagine que um lugar de apartamentos caríssimos não seja exatamente um bairro do zé povinho. Imagine que o chopp ali tomado não tenha o mesmo preço do choppinho do mercado público. Porém....

Pois é. Toda a ladainha da Veja, todo o noticiário golpista da Globo, todo o pessoal do PIG (Partido da Imprensa Golpista), tudo isso foi infrutífero. Apesar de terem convencido 61% a votar no garoto-propaganda do Tumelero, apesar da capa sinistra da Veja, da Isto É, da anticampanha de Marina, Levy, Everaldo e outros, não conseguiram. A dama de vermelho vai seguir morando em Brasília. Fico feliz, pois votei nela.

Acontece que muitos dos não-eleitores de Dilma, e, portanto, eleitores do embaixador de MG no Leblon, sr. Aécio Nevermore, estavam ainda cantando vitória. Alguns de forma bem peculiar, tipo PQP, Aécio é o presidente do Brasil (educação vem de berço, e não da conta bancária). Outros, após os números mágicos anunciado…

dia do professor/a

O Dia do Professor remonta o dia 15 de outubro de 1827. Nesse dia, dom Pedro I baixou um Decreto Imperial criando o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, era previsto que "todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras". Esse decreto já falava na descentralização do ensino, no salário dos professores, quais as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A ideia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida... 120 anos após o referido decreto, em 1947, ocorreu a primeira comemoração de um dia efetivamente dedicado ao Professor.

Me criei vendo o arrocho que era impingido aos docentes, em termos salariais. Minha mãe foi daquelas que acampou na Praça da Matriz, tentando sensibilizar a Assembleia e ao então governador Pedro Simon. Aliás, suspeito que, na minha família, tenhamos poeira de giz ao invés de glóbulos brancos, no sangue. Irmã, mãe, tias, …

cuspindo no prato que comeu

Pois o sr. Beto Grill afirmou votar em Sartori, já que seu partido está apoiando o referido gringo no segundo turno (aliás, apoiou no primeiro...). Detalhe: o cidadão aí costuma bater ponto no Palacinho, ali da Cristóvão Colombo, na cadeira de vice-governador do Estado.

Parem as prensas.

O cara se elege numa coligação, pra dar uma virada de cocho dessas?

Jogar pela latrina uma história como a do PSB?

Quero saber onde estão as moedas de prata que os Judas "socialistas" receberam....promessas de cargos, de funções, CCs que tanto foram combatidos na campanha... Qual é o preço da consciência? De olhar pra História? Por isso que o Sartori malha tanto o retrovisor...nem ele nem seus aliados o utilizam. Pra quem desce a serra por uma estrada sinuosa, dirigir sem ver o retrovisor é risco tão grande quanto não olhar em frente! E a História condena quem esquece o passado...

do mestre, com carinho... :)

Todo mundo gosta de um afago, um chamego, uma lustrada de ego.
Se alguém falar que não, algo está errado.
Um dia antes das eleições, recebi um, muito especial. Não, não me refiro ao carinho e risadas de Ka, So e Cla, em ordem etária. Esse carinho de minhas três lindas é especial, com certeza, mas não é esse tipo de afago que me referi.
Karina é orientada por um dos mais incríveis docentes que já conheci. O professor Attico Inácio Chassot, com 54 anos de magistério, é uma das maiores referências no tema, e um grande e querido amigo.
Nasceu entre Santa Maria e Cachoeira do Sul, filho de ferroviário, de origem simples. Estudou no Julinho, formou-se em Química na UFRGS, buscando o Mestrado, Doutorado e Pós-doutorado em Educação. Lecionou na UFRGS, onde foi o diretor do Instituto de Química por vários anos. Tem uma caminhada por várias universidades: PUC, UNISINOS, URI, uma produção intelectual imensa e, mais que tudo, um olhar para o mundo de uma lucidez e uma sabedoria inigualáveis.
Mest…

Dias do Futuro Esquecido (mas nem tanto)

Parece um cenário daquelas histórias dos X-Men, tipo o filme "Dias de um Futuro Esquecido" (por sinal muito bom). Ao invés de robôs sentinelas gigantescos, e do embate entre a resistência mutante e os monstros de metal, algo mais cruel. Senão, vejamos:

1. Os gaúchos poderiam ter a alegria de eleger um respeitável ex-sindicalista, ex-deputado federal constituinte, ex-prefeito de Porto Alegre, ex-governador do Estado, ex-Ministro das Cidades...um sujeito com clara preocupação com temas como acessibilidade, mobilidade urbana, enraizado na cultura gaúcha, fortemente intelectualizado, com História de identificação popular.

2. Por outro lado, das entranhas da RBS, surgiu a candidatura de um de seus principais âncoras televisivos. Originado do jornalismo esportivo (o que exercia com competência, reconheço), o referido jornalista, na verdade bacharel de Direito, exercia também a atividade de ser o advogado (ou um dos) da Souza Cruz,. Bah, defender os interesses de uma grande empresa…