Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

rindo da nossa cara...

E ligo a televisão. Noticiário, intervalo com direito ao comercial daquele partido bicudo. E o líder máximo do referido partido, novamente na tela, com aquela cara de quem está louco para rir na sua cara.
Cada vez que Aecim aparece na tela, tenho a impressão de que ele está querendo rir da nossa cara. O pouco que aprendi de interpretar a expressão humana me mostra um cara louco pra explodir numa gargalhada do estilo "enganei os trouxas", diante de telespectadores/as que o assistem. Sabe quando você quer sacanear um amigo numa pegadinha, e segura a gargalhada iminente...? Tipo assim. 
Aliás...aproveitando o gancho...papo de mineirim puxa papo de mineirim, apesar de Aecim ser mineirim de Ipanema. Num mar de denuncismo que estranhamente omite os crimes, desmandos e mancadas tucanas, agora começou a se falar em Mariana. Viva Mariana, diria aquela canção infantil... Mas foi quem que privatizou a Vale mesmo? Quem acendeu o rastilho de pólvora que acabou dando na barragem destruíd…

para um avô de primeira viagem...

Amigo Jean,



Era visível aquele ponto de interrogação em tua testa, quando nos falaste, na tua voz serena e calma de sempre, que vais ser promovido à categoria de Avô. Tua menina, que te acompanhava no belo evento da Feira do Livro ainda outro dia, se tornando mãe. Com toda a certeza, teu/tua netinho/a já estava lá, fazendo sua viagem fantástica de clivagens, gastrulação, neurulação e organogênese, em meio à muvuca daquele fim de tarde quente de autógrafos do livro que vocês lançaram...
As minhas meninas ainda estão longe de me dar essa notícia. Se Sophia está com 12 recém feitos, e Clara ainda vai levar 3 meses para seu terceiro aniversário, podes ter ideia do tempo que levarei para que me chamem de avô. Cada coisa chega no seu tempo, com certeza...

Teu tempo de avô bate à porta. Meio de susto, talvez. Muito de surpresa, pelo que teus olhos e fala nos transpareceram... Com certeza, com a acolhida de um avô carinhoso. De um sujeito de bem, do bem, que valoriza a vida, a natureza e tem mui…

matando a fome de sala de aula...

Não pensei duas vezes. O semestre findando, a chance de poder ajudar os colegas numas pendengas de forma mais incisiva e duas aulas para poder soltar o verbo e matar a síndrome de abstinência que está corroendo a alma. Karina me deu de presente a chance de ministrar aula em uma de suas disciplinas, falando sobre Resíduos de Serviço de Saúde.
Ok, o tema parece não ser dos mais sedutores, numa primeira olhada... mas pude desenvolver o diálogo, dar novamente uma aula, com alegria, com prazer. Chego organizando o quadro, ao velho estilo, colocando meu roteiro. E a aula flui. A alma de volta ao corpo...
Quero mais! ;)

gato-buemba!!!

Imagem
(pra desopilar)




Belgas descobrem o que o gato Milu anda fazendo...após uma sensacional rota de fuga, auxiliado por Cléo, uma cadela chowchow de pelagem preta, língua roxa e um senso de humor bem peculiar, o simpático gato branco acabou de assumir identidade árabe! O gato Milu, agora Abu Miau, resolveu cair de focinho nas atividades de cunho terrorista explosiva!! Confira abaixo...



Mais detalhes de Abu Miau nos links abaixo:
http://nordpresse.be/abu-miaou-revendique-egalement-lassassinat-de-diesel-la-chienne-flic/
http://nordpresse.be/abou-miaou-a-ete-abattu-ce-soir-par-la-police-a-bruxelles/ (aqui, o felino dança pros belgas...por enquanto!)

orgulho!

Imagem
E Karina autografa o livro na Feira..."Experiências Interdisciplinares no Ensino Superior"tem um dos capítulos com a Ka de coautora. Trata-se do relato da excelente oficina que ela e um grupo de colegas, entre eles o amigo e ex-aluno Ezequiel, fizeram em cima da temática das práticas integrativas. O conteúdo da oficina foi muito bom, rendeu um belo capítulo no livro, organizado pelos amigos/as Alessandra Peres, Marcello Mascarenhas e Valesca Casali.
Muito orgulho por essa conquista, Ka !!!! :)
Bjooooo!! Amo vc! :)

a conta é de quem?

A mídia timidamente volta a falar do acidente de Mariana. Estamos na iminência de ter a lamaçada chegando no litoral capixaba. Ora, é uma das faixas de litoral mais ricas em biodiversidade no Brasil. O litoral capixaba marca confluência de correntes frias meridionais com as que chegam do norte, criando condições favoráveis a uma imensa biodiversidade. SQN.
A lama tóxica está chegando. O piscoso litoral capixaba corre séria ameaça com os metais pesados e o aumento na turbidez da água, o que impossibilitará a fotossíntese e, por tabela, abortará toda uma cadeia trófica riquíssima. O mais bacana: há riscos de chegar caca de mineradora em Abrolhos, na Bahia, onde há paradouro de baleias e toda uma fauna extremamente rica e sensível. Corais morrerão aos milhares, peixes não mais serão encontrados, crustáceos, moluscos...toda a biodiversidade do nosso litoral com as horas contadas, graças a uma gracinha de uma mineradora irresponsável. 
Um bilhão é barato pra esses caras! A penalização do …

Paris, MG

Ok, quem tem um pouco mais de idade vai pescar o trocadilho feito com o clássico Paris, Texas.A produção de 1984, dirigida por Wim Wenders, trilha sonora de Ry Cooder e fotografia de Robby Muller, tem a grande Nastassja Kinski como protagonista. A questão aqui é outra, fugindo ao denso drama existencial da película. Aliás, questões...

De um lado, uma hecatombe ambiental, que a cada dia se tem menos divulgação pela grande mídia, excetuando-se, talvez as redes sociais e alguns portais de notícias. A cada dia, avança a lama tóxica rica em metais pesados, arrasando a vida do Rio Doce. A reedição da Operação Piracema, a qual pudemos dar nossa colaboração em São Leopoldo, terá uma reedição revista e bem ampliada, com a verdadeira arca de Noé que está se desenhando para tentar poupar um pouco da combalida biodiversidade da região. Água é artigo de luxo. Para deboche, a Vale, empresa implicada no crime manda para uma das cidades que depende do Rio, envia água com alto teor de querosene para o…

pra pensar....De Bandeja

Imagem
Créditos: a historinha é de autoria do ilustrador australiano Toby Morrishttp, disponível no site: www.pragmatismopolitico.com.br/2015/10/quadrinho-didatico-desconstroi-falacia-da-meritocracia.html
Preciso comentar alguma coisa?

Flávio Lewgoy (ou: o senhor está sendo irradiado)

Na manhã deste sábado, no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, um senhor idoso, de olhar calmo, se despediu da vida. Calou-se uma das principais vozes do ambientalismo gaúcho. O professor Flávio Lewgoy tinha 89 anos e lutava contra um câncer de próstata.Foi presidente da AGAPAN por um bom tempo, docente na UFRGS e perito criminalista dos bons.
Lewgoy nasceu em Porto Alegre, em 1926, e se formou Químico Industrial na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Conviveu com grandes nomes da ciência no estado: Casemiro Tondo, Antonio Cordeiro, Attico Chassot, Alarich Schultz, Irajá Damiani Pinto e outros. Na UFRGS, foi um dos fundadores do curso de História Natural, hoje Biologia. Nesse curso, lecionou Ecogenética, uma incrível disciplina optativa do curso de Biologia, que ministrou até se aposentar aos 70 anos. Ele também foi responsável pelo laboratório do Instituto de Criminalística do RS e pioneiro na introdução da química forense no Estado.
Lewgoy foi, acima de t…

guarde o nome desse amigão peludo (ou: um final feliz!)

Imagem
Pastor Maremano Abruzês. O peludo acima, com um inusitado amiguinho. Essa é uma raça típica de cão pastor, desses usados para guardar rebanhos. O simpático peludão é descendente de outras linhagens de cães pastores europeus como o Karabash, Akbash (Turquia), o Kuvac (Eslováquia), o Kuvasz e o Komondor (Hungria) e o Cão dos Pirineus, da França. Embora seja visto regularmente na Grã-Bretanha, essa raça ainda é rara em países fora da Itália. Não é uma raça muito propensa ao treinamento de obediência, mas é um excelente guarda para rebanhos.
O bicho virou herói para outros animais, longe da Europa. Na Austrália, ao longo de sua colonização, os europeus tiveram a ideia "brilhante" de levar animais para lá, pelos mais variados motivos. Assim, coelhos, raposas, lebres, gatos, porcos, vários cervídeos, dromedários, até o brasileiríssimo sapo-cururu, foram levados para a ilha. O resultado era previsível. Deu um tremendo impacto sobre a peculiar fauna local. Originalmente, a Aus…

gerações...(ou: I can get no satisfaction)

Outro dia, fomos buscar Sophia, para jantar conosco e deixá-la em casa, num final de feriado. Para minha alegria, ao invés de usar roupas com motivos de bandas contemporâneas e coisas do tipo, minha primogênita usava um moletom com a clássica logomarca dos Rolling Stones, criada por John Pasche. Orgulho paterno, fiquei feliz ao ver que Sophy estava se abastecendo do bom e velho rock'n roll.
Tudo bem, quem me conhece sabe que priorizo a MPBdaB nos ouvidos, no CD do carro, o tempo todo. Mas vamos combinar, quem é que não curte "Satisfaction", "Lady Jane", “Sympathy For The Devil”, “Start Me Up” e outros hits da turma de Mick Jagger? Batizados não com o nome de uma das músicas do mitológico Bob Dylan, mas com o nome de uma canção de Muddy Waters, os caras começaram na estrada em 1962. Isso significa muito tempo de pedras rolando... Contemporâneos dos Beatles, assim como os caras de Liverpool, a turma de Jagger influenciou e influencia a cena pop desde os anos 60.…

cem downloads!

Imagem
O ser humano gosta de números. Mil gols, dez mandamentos, sete pecados e virtudes, mil filmes... A esses números, junto cem downloads de um artigo nosso. Com apoio do dr. José Cláudio Moreira, eu e a amiga, colega e irmã de fé Valesca Veiga Cardoso Casali publicamos, lá em 2008, um artigo descrevendo efeitos do dicromato de potássio sobre cascudos. O artigo Micronuclei in red blood cells of armored catfish Hypostomus plecotomus exposed to potassium dichromate foi publicado em 2008 na African Journal of Biotechnology. O link para baixá-lo é http://www.ajol.info/index.php/ajb/article/view/58570 (tem outros pela rede, é só buscar). Fico feliz em ter ajudado essa centena, quem sabe mais pessoas, que o baixaram por um dos portais onde está alocado, o Researchgate. É bom saber que, por cem vezes, pudemos dar nossa parcela de contribuição para a Ciência, para ajudar o Meio Ambiente, para a formação acadêmica de gente jovem.

O orgulho é imenso, e não poderia deixar de dividir com vocês. A sens…

truculência de pés-de-porco

Vamos lá. No final de semana, um grupo de mulheres que participava da Feira do Livro Feminista e Autônoma (FLIFEA) relatou algo que achei impensável em nosso país. Foi no domingo, de noite. Investidos do manto de talibãs de plantão, um brutal grupo de pés-de-porco desceu o cassetete nas meninas. Durante uma abordagem dos pés-de-porco, nove delas ficaram feridas, sendo quatro com maior gravidade, necessitando de atendimento médico.
Cabe destacar: esses caras não merecem ser chamados de brigadianos. Chamo-os de porcos, sim, de pés-de-porco, pois não merecem a farda que tapa seus corpos. Eu tenho gente minha na BM, amigos, parentes, gente boa e trabalhadora, que honra a farda que cobre seus corpos. Nunca, não vou misturar essa ralé bagaceira que bate nos mais fracos com profissionais decentes e honrados, aliás, dos quais muitos são do sexo feminino.
Como a coisa toda iniciou? As participantes relatam que os pés-de-porco (insisto, isso que atacou ali não é a BM) chegou ao local do e…