Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

do imortal Geraldinho Carneiro

Imagem
Um pouco de notícia bonita pra gente... hoje, coloco aqui no nosso blogue quatro excelentes motivos pra concordar com a escolha de Geraldo Carneiro para a Cadeira 24 da Academia Brasileira de Letras. Ah, não conhece o cara? Filho de Geraldo Carneiro, ex-secretário do presidente JK, ele é poeta, letrista, escritor, teatrólogo, roteirista, joga nas onze. É irmão e parceiro do músico Nando Carneiro. Parceiro de gente muito boa, além do mano... compôs com Astor Piazzolla, Vinícius de Moraes, Egberto Gismonti, Francis Hime, Tom Jobim, entre outros gênios. Escreve muito, tanto livros, nas mais variadas formas, quanto roteiros de cinema, televisão e teatro. Traduziu Shakespeare, adaptou Ubaldo Ribeiro para o cinema ("A casa dos Budas Ditosos"), adaptou Stanislau Ponte Preta para nossos dias ("As Brasileiras"), além de tocar piano como gente grande. Multi-artista, mereceu a vaga na cadeira 24 da ABL. Ao novo imortal, parabéns!!!! Aqui, umas palhinhas de sua arte...


Balão (…

hora do Merchã

Galera, dia 11/11/16, 19h, lançamento do nosso co-livro Espécies Bioindicadoras: impacto e qualidade ambiental. Tem nosso dedo em dois capítulos, do livro organizado pelos parceiros Valesca Veiga Cardoso Casali e Marcello Mascarenhas, material de primeira para quem precisa saber mais sobre bioindicação e análise ambiental. Esperamos vocês dia 11/11, 19h, na 62a. Feira do Livro de Porto Alegre, praça de Autógrafos!!!


Veja mais no site http://www.feiradolivro-poa.com.br/autografos/11-11/

querida amiga e dinda Magali....

Li e me preocupei contigo. Deu no Correio do Povo que teu trampo, o nosso Banco do Brasil, deu início ao que chamaram de "um profundo processo de reestruturação", com a chancela do FranksTemer. Dizem que a meta é reduzir em até 18 mil pessoas o atual quadro, que tem, me corrija, algo em redor de 115 mil funcionários. Enxugaram diretorias, 10 diretores perderam o cargo, outros cinco mudaram de área.
Maga, lembra que a gestão Britto fez o malfadado PDV, que reduziu vergonhosamente a Brigada, o Magistério Público, várias áreas da gestão estadual? Pois é, está sendo gestado também um plano de demissões voluntárias padrão BB.
Não é minha área, não sou bom com essas coisas, mas sei que o BB é hoje o segundo no mercado de crédito imobiliário, com uma fatia generosa de uns 8,63% do total, só perde para a Caixa, isolada em primeiro lugar, com fartos 51,72% (aí é covardia...). O BB tem uma carteira de R$ 53 bilhões em empréstimos. E pergunto: o que esses caras querem fazer com …

K30

"Uma suave malícia animava seus belos olhos pretos, amendoados, dominados por sobrancelhas bem arqueadas, debruados por longos cílios que banhavam num fluido puro. A vida e a juventude exibiam seus tesouros nesse rosto travesso..." (Honoré de Balzac)

Karina, 30 anos na segunda-feira, dia 10. Balzac nos traz a história de uma mulher que se fortalece e esbanja uma beleza e grandeza ímpares, na terceira década de vida. Como Karina. Sou suspeito pra falar daquela que foi minha aluna, colega e é minha companheira de vida, esposa, cúmplice, amor, amante, mãe biológica da Clarinha e de coração da Sophia, e todo o mais, com duas bolas de sorvete de chocolate em cima. Para contar mais da Ka, só cito duas coisinhas de hoje.
Pela manhã, cedinho, como sempre, o cuidado com uma das gatas que nos adotou, que está quase tendo seus filhotes. O capricho de fazer um reiki no bichinho revela um cuidado com a Criação, cuidado que extrapola a formação de Enfermeira, profissional por excelência…

...the answer, my friend....

Meu querido amigo, mestre e quase guru Attico Chassot me deu a notícia pelo seu blogue: Bob Dylan laureado com o Nobel de Literatura de 2016. Robert Allen Zimmerman, 75 aninhos, de origem russo-judaica, nascido no estado de Minnesota, autor de 30 livros, ícone da contracultura e dono de uma musicografia que influencia e influenciou gerações (ou porque vocês acham que a banda do titio Mick Jagger tem o nome que tem?), recebeu o prêmio por ser um grande poeta, e pelo conjunto de sua obra.
Quando a gente pensa em Bob Dylan pensa logo em "Blowin' in the wind". A letra, de 1963, quase profética (no sentido verdadeiro da palavra, claro), teve diferentes versões, em vários idiomas, inclusive português, pelas vozes de Zé Ramalho e Diana Pequeno, em momentos diferentes. Outras canções do bardo também foram gravadas por brasileiros, como "Jokerman", pela voz de Caetano Veloso (aliás, amigo de Bob), "Negro Amor", por Gal Costa e "Knockin' On Heaven…

duas Sophias...so strange, So Strange!

Imagem
Ah, você chegou no blogue do meu pai! Beleza!! Pra quem não me conhece, sou a Sophia Normann, filha mais velha do meu pai e irmã da Clara. Sou fissurada por cultura K-pop, J-pop e orientalismos em geral, adoro bichos, sou vegetariana e estudo numa escola franciscana, tipo, tudo a ver! Entre os meus apelidos, tem quem me chame de Vandinha, tipo que nem a filha do Gomez Addams, daquela família. Aí começa o gancho dessa historinha!
Tô vindo da escola, cheia de coisas na cabeça, tipo pensando na prova de Ciências (coroa, socorro!), e esbarro numa minha, tipo, podia ser minha irmã gêmea, meu clone, a gêmea separada na maternidade do Moinhos...Cabelo parecido, jeito de caminhar, de vestir...e nome! Sinistro!!!!
Ela puxou assunto, em um português meio macarrônico. Bah, baita chance de falar em inglês, tipo adooooro! O mais legal é que a mina também se chamava Sophia, ou melhor, Sofia. El ame falou que o pai dela era médico, puta neurologista, cirurgião dos mais famosos, mas que se meteu num…